5 (1).png

BLOG

  • Maria Mikowski

Tipos de revestimento e onde usá-los

Podemos encontrar os revestimentos em todas as construções que avistamos por sua utilização ser muito comum. Eles costumam estar associados à reformas porque são muito usados como acabamento da alvenaria de pisos e paredes. Por terem várias funções e modelos diferentes, como cerâmicas, azulejos, pedras, entre outros, muitos deles aparecem como um ótimo custo-benefício no mercado! A seguir listamos alguns tipos deles e onde é bom utilizá-los.


Cerâmico

A cerâmica traz beleza ao ambiente e pode ser utilizada de diversas maneiras diferentes, em diversos ambientes e ser utilizada em pisos ou em paredes, mas, no caso das áreas externas, é recomendado os pisos antiderrapantes. É importante ressaltar que pisos com textura lisa, ou com menos ranhuras, são mais fáceis de limpar.

O revestimento cerâmico também possui várias estampas e modelos e podem até mesmo imitar materiais, como madeira e mármore. Ele também é um ótimo revestimento para lugares ou épocas quentes, pois, pelas suas propriedades, possui uma temperatura que traz frescor ao toque.

Em áreas internas, a cerâmica pode ser utilizada em pisos para a sala e para os quartos e também é recomendada para áreas molhadas, como cozinhas e banheiros.

Alguns fatores são importantes na hora de comprar seu produto, como perceber nas informações do fabricante a: resistência a impactos, lascamentos, manchas, uniformidade no tamanho das peças e a resistência à manchas de água.


Porcelanato

Muito conhecido por suas utilizações aconchegantes, o porcelanato é um revestimento requintado que também traz beleza ao ambiente. Ele se divide em três subtipos: acetinado, polido e esmaltado.


  • Acetinado: possui a cobertura fosca e mais áspera; sendo menos escorregadio que os demais. É extremamente fácil para limpar e é ideal para áreas frias e externas;

  • Polido: sendo o tipo mais sofisticado e, portanto, o mais procurado, possui um brilho intenso e a superfície completamente lisa. Pode ser utilizado em salas, quartos e banheiros (só não é recomendado para a área do box, já que ele é mais escorregadio que os demais);

  • Esmaltado: esse revestimento é coberto por uma camada de esmalte e pode ter a superfície lisa, brilhante ou áspera.


Madeira e Laminados

Os revestimentos em madeira natural trazem muito conforto visual. Pela sua textura e temperatura serem de fato naturais, torna-se um material marcante no ambiente. Apesar disso, ele possui a necessidade de ter mais cuidados com a manutenção e instalação no espaço, como uma boa impermeabilização.

Uma outra alternativa, e mais barata, são os revestimentos laminados. Eles oferecem tecnologias que reproduzem cores e texturas realisticamente parecidas à madeira. Sua instalação é mais simples, barata e pode ser aplicada sobre outros revestimentos.

Não são recomendados para áreas molhadas pois podem acumular água e causar outros problemas para o espaço, como mofo, bolor e até infestação de insetos. Também, deve-se evitar o acúmulo de líquidos com esse material.


Piso Vinílico

Muito parecido em vários aspectos com o revestimento laminado, o piso vinílico tem a capacidade de imitar estampas e texturas de outros materiais. Também não são recomendados para áreas molhadas.

Este piso, embora também possa ser aplicado sobre outros revestimentos, exige um preparo mais elaborado no contrapiso ou na base em que será instalado, já que, devido a sua fina espessura, é capaz de revelar as irregularidades abaixo dele.


Pastilhas

Muito utilizados para dar uma nova cara ao ambiente, as pastilhas costumam ser utilizadas de forma decorativa. Elas costumam ser aplicadas em superfícies como paredes, bancadas, fachadas, piscinas e áreas externas.

Suas vantagens é que possuem fácil limpeza e praticidade no uso. Porém, as pastilhas comuns não possuem tanta vida útil, dependendo do fabricante, e requerem manutenção. Também existem as pastilhas metálicas, que possuem alta resistência, fácil manutenção e sua vida útil é maior que as pastilhas comuns.

Ambas as pastilhas requerem uma preparação da superfície para estar limpa e seca, para se fixar com argamassa.


Azulejos

Conhecidos como revestimentos cerâmicos que têm tamanhos retangulares, ou quase quadrados, normalmente são aplicados em paredes, mas também podem ser utilizados em pisos.

Sendo muito utilizados de forma decorativa, possuem modelos estampados e coloridos. A utilização do rejunte é indispensável, assim como as cerâmicas, e também são permitidos para instalação em áreas molhadas.


Ladrilho Hidráulico

Sendo um dos revestimentos menos conhecidos, o ladrilho hidráulico é produzido, na maioria das vezes, de forma artesanal. Sua utilização é comum para decorar e fazer composições no ambiente.

Por ser um material a base de concreto, ele é poroso e a impermeabilização da superfície em que será feita a instalação é indispensável. Além disso, também é vantajoso renovar a impermeabilização, pois o ladrilho hidráulico escurece com tempo, o que também caracteriza seu charme e originalidade. Pode ser utilizado em áreas molhadas e não precisa da aplicação do rejunte.


Papel de Parede

Normalmente usado como elemento decorativo, o papel de parede tem capacidade de transformar o espaço. Com muitas variedades de estampas e texturas, podem ser combinados com outros tipos de revestimento. Suas vantagens são:

  • Fácil instalação,

  • Boa durabilidade,

  • Cobre imperfeições em paredes,

  • Fácil de limpar,

  • A maioria é anti-chamas,

  • Atua como isolante térmico.

Este revestimento pode ser utilizado em parede inteira, em meia parede ou em apenas uma faixa decorativa, chamada de border. Pode acontecer de o papel rasgar na hora da remoção, deixando resíduos que podem ser difíceis de retirar. Por isso é aconselhável chamar um profissional para evitar possíveis imprevistos.


Depois de ter conhecimento da possibilidade de tantos materiais que podem ser utilizados, é importante ressaltar que a durabilidade do produto também depende dos cuidados que serão dados a ele. Por isso, na hora de escolher o tipo ideal de revestimento, é preciso pensar nos detalhes e saber, por exemplo, se móveis serão arrastados ou como será feita a limpeza.

Por esse motivo, nós da Tetris aconselhamos que este processo de escolha também seja pensado em conjunto com um profissional que entenda destes materiais. Venha e entre em contato conosco!


Categorias

webaliser-_TPTXZd9mOo-unsplash%20(1)_edi

CONHEÇA NOSSO TRABALHO

Posts recentes