BLOG

  • Luma Prado

Psicologia no Design de Interiores


Você sabia que cada ambiente pode afetar nossos sentimentos de uma forma? Existem muitos estímulos para mudança de sentimentos e sensações e algumas delas vem do ambiente. Dependendo de alguns aspectos, todos nós mudamos nosso comportamento! Isso é o que um ramo da Psicologia Ambiental estuda. Nesse artigo vamos mostrar a você como isso acontece e como os arquitetos e designers podem se beneficiar com essa informação!

Afinal, o que é Psicologia Ambiental?

A Psicologia Ambiental busca interpretar como as condições de um ambiente podem influenciar nossas capacidades cognitivas. Isso avalia nossas mudanças de comportamento e como pode impactar nossa saúde mental. Esse estudo pode beneficiar muitos arquitetos, ajudando-os a projetar ambiente de acordo com o sentimento que deseja naquele local. Uma pesquisa realizada por Sibel Silk Dazkir, doutora em design e ambiente humano pela Universidade Federal de Oregon (EUA) é uma prova de como a decoração influencia o humor das pessoas. A pesquisa nos mostra que objetos projetados com linhas curvas despertam sentimentos relacionados à felicidade e ao relaxamento, enquanto lugares projetados com linhas retas despertam frieza e hostilidade.

Relação dos espaços e emoções

Existem alguns aspectos importantes quando falamos desse assunto: O layout deve favorecer a circulação, a acústica e incidência de luz devem ser consideradas. Além disso, as cores, a textura, quantidade de informação visual e condição de interação entre as pessoas vão interferir nas sensações!

Assim, conseguimos citar alguns exemplos:

Cores:

O amarelo e laranja são cores que estimulam a criatividade e trazem energia, já o vermelho atrai mais atenção. O preto remete à sofisticação e formalidade e o branco à paz, calma e limpeza. Entre muitas outras cores.

Layout:

Ambientes com elementos demais deixam as pessoas agitadas, assim como lugares desorganizados. Também foi descoberto que num ambiente de trabalho, mesas colocadas assimetricamente prejudicam a concentração.

Iluminação:

Cada cômodo deve ser iluminado de acordo com sua funcionalidade. Ambientes que devem ter produtividade são interessantes serem iluminados com luz branca e nos lugares de repouso é indicado usar lâmpadas de cores quentes, como as amareladas. Além disso, espaços sem iluminação natural podem ser opressores para algumas pessoas.

Personalização:

Quando o ambiente é personalizado de acordo com os gostos e interesses dos moradores, ele funciona como um depósito de energia emocional, dando bem-estar a eles!

Diante disso, qual o papel do arquiteto e designer?

Sabendo de tudo isso, esses profissionais têm o papel de planejar o ambiente para que as pessoas tenham conforto físico e sensorial e para que transmitam exatamente o que o cliente deseja, usando as cores, iluminação e layout ao seu favor. Assim, eles irão encontrar a decoração ideal para cada espaço!

A Tetris realiza projetos de interiores buscando sempre criar ambientes harmônicos e confortáveis, se preocupando com as sensações experimentadas ao ultilizar o cômodo! Quer conhecer mais sobre os nosso serviços? Entre em contato conosco!



Categorias

CONHEÇA NOSSO TRABALHO

Posts recentes

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram
  • enviar_edited
  • botao-de-chamada-telefonica_edited
  • placeholder_edited

(41) 99711-0474

Deputado Heitor Alencar Furtado, 5000, Bloco A, Primeiro Andar, Ecoville  |  Curitiba  |  CEP: 81280-340